2022-05-13
“Peça a peça”: da teoria à prática numa curta-metragem

Todos os anos, o Porto é palco de vários filmes desenvolvidos pelos estudantes das universidades de cinema e audiovisual da cidade. Para muitos é a primeira oportunidade de passarem da teoria à prática e de explorarem as diferentes fases envolvidas na produção cinematográfica.

É o caso de “Peça a peça”, a curta-metragem que está a ser produzida por um grupo de alunos do 2.º ano do Curso de Comunicação Audiovisual e Multimédia da Universidade Lusófona.  O projeto teve início no primeiro semestre, em fevereiro, e encontra-se em fase de rodagem. O desafio começou na cadeira de Escrita de Argumento onde, à semelhança dos anos anteriores, cada aluno escreveu um guião que foi submetido à avaliação de um júri. “Peça a peça” foi um dos dois projetos selecionados para passarem do papel à ação.

O filme conta a história de Isaak, um homem solitário com uma carreira frustrada como escritor, que trabalha numa lavandaria para se sustentar. A partir de uma peça de roupa deixada no estabelecimento, o jovem desenvolve uma relação obsessiva com Mia, a mulher ideal fruto da sua imaginação. A narrativa foi inspirada numa lavandaria próxima da universidade que chamou a atenção dos estudantes e que será um dos locais de filmagem a par com a Praça da Batalha, o Teatro Nacional São João e a Foz do Porto.

“Peça a peça” é a primeira curta-metragem dos 13 estudantes que integram a equipa do filme, entre eles Catarina Noberto (Realização), Francisco Caetano (Diretor de Fotografia), Gabriel Bertuco (Diretor de Som) e Filipa Vieira (Diretora de Produção). Nesta produção, cada aluno assume uma função específica – da escrita, passando pela montagem, até à promoção e divulgação – numa oportunidade de experimentar, em contexto real, as tarefas e os desafios inerentes à realização de um filme.

O teaser será apresentado em junho no Teatro Municipal Rivoli no âmbito do Multiplex, uma iniciativa da Universidade Lusófona do Porto organizada pelos finalistas da Licenciatura de Comunicação Audiovisual. Posteriormente, o filme será inscrito nos festivais de cinema internacionais.